Cerimônia do De Olho no Lixo teve show e desfile na Rocinha

O Projeto De Olho no Lixo entregou certificados de conclusão e participação para cerca de 80 alunos dos cursos de Ecomoda e Funk Verde, do projeto De Olho no Lixo, na última quinta. O evento realizado na quadra da Rocinha contou com um desfile de moda e show de música.

 Os alunos do Ecomoda apresentaram uma coleção com 238 peças produzidas por eles a partir de restos de tecidos, retalhos, roupas usadas e até sacolas plásticas de supermercados e  nylons texturizados.

‑ A coleção foi inspirada nos becos, uma característica marcante da Rocinha. As cores predominantes são o amarelo e o vermelho, além do laranja que faz alusão aos imigrantes nordestinos que compõem a maioria dos moradores da Rocinha ‑ disse o coordenador do Ecomoda, o estilista Almir França.

Já os alunos do curso Funk Verde realizaram um show ao ritmo de samba, black music pop e funk, utilizando os instrumentos musicais produzidos por eles através do reaproveitamento de resíduos sólidos como a cuíca; confeccionada com canos PVC; o pandeiro, produzido com garrafa pet em substituição ao couro animal, e latas de tinta que foram transformadas em tarol. O show teve participação especial do cantor e compositor Gabriel Moura, do baixista do Farofa Carioca, Sérgio Granha, e do trombonista da Escola de Música da Rocinha, Isaque Suzarte.

‑ O que nos surpreendeu foi a criatividade dos alunos. A participação deles superou todas as nossas expectativas ‑ comentou Regina Café, coordenadora do Funk Verde, Regina Café.

Aluna do curso de Ecomoda e moradora da Rocinha, Rejane Cid, revelou que a iniciativa mudou o seu olhar quanto à destinação do  lixo:

-Outro dia, vi várias calças jeans jogadas na lixeira. Decidi as recolher para aproveitar o material em novas peças de roupa – disse ela que produziu um dos vestidos apresentado no desfile de moda.

 Portadora de Síndrome de Down, Simone Pereira da Silva, de 32 anos, é uma das alunas do curso Funk Verde. Ela toca tarol e  diz que foi o curso que a fez gostar de música.

– Os instrumentos musicais que produzimos a partir dos resíduos são muito interessantes. Adorei a iniciativa e aprendi muito com as aulas – comentou

att00302-1 att00296-1 att00290-1 2016_10_27_encerramento-de-olho-no-lixo_amaury-alves-28 2016_10_27_encerramento-de-olho-no-lixo_amaury-alves-43

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *