Esse tipo de comunicação tem o objetivo da auto responsabilidade. Expressar-se sem julgamentos e críticas.

Normalmente vemos que a comunicação desenvolvida para aplicar o aprendizado em escolas e até mesmo dentro de algumas casas, é realizada através de cobranças, punições e agressividade. O que gera rachaduras na comunicação, dor emocional e acaba afetando a eficácia, destaca a Profa Gisele Lacorte.

Toda a situação resulta em futuras tensões profissionais, onde líderes e colaboradores envolvem-se em conflitos, adversidades, competições e condutas desagregadoras.

A CNV, além da auto responsabilidade, promove a não a satisfação às custas de outra pessoa. É a capacidade de se expressar sem usar julgamentos de bom ou mau, certo ou errado. Expor mais sentimentos e necessidades ao invés de juízos de valor ou críticas.

Saiba mais sobre o assunto e inscreva-se no curso “Comunicação Não Violenta: a técnica que revolucionou a maneira de se comunicar”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *