ASSERJ apoia iniciativa do governo do Estado. Parceria público-privada será um marco para minimizar os efeitos do desperdício de alimentos.

A Associação recebeu na manhã de ontem (09/05) o deputado estadual Tiago Mohamed, o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, José Luiz Anchite e seus técnicos da secretaria, o presidente do Ceasa, Paulo Jobim, e o presidente da Bolsa de Gêneros Alimentícios, Humberto Margon. O encontro teve como objetivo dar o pontapé inicial na parceria entre o setor privado e o governo do Estado no combate ao desperdício de Alimentos.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, José Luiz Anchite, frisou que a adesão da ASSERJ é determinante para o crescimento do Programa. Por outro lado o presidente da Associação, Fábio Queiróz, ressaltou que o veto da Lei de Incentivo fez com que o processo de doação se tornasse ainda mais difícil.

— Hoje o desperdício é tributado. Se pudesse haver uma diminuição ou mesmo um incentivo, além do selo para quem doar, garanto que não só o supermercadista, mas o varejo de uma forma geral vai aderir em massa, destacou o presidente da Associação.

Durante a reunião ficou estabelecida a criação de uma Comissão, que irá sugerir as diretrizes e os membros do Conselho. Em paralelo a isso será feita uma campanha de sensibilização para que o varejo tenha interesse em aderir.

O acordo de cooperação é o instrumento que o Governo Estadual vem usando como solução para o desenvolvimento do estado nesse momento econômico difícil. Com essa proposta a chefe de gabinete, Nea Mariozz, acredita que mostrar que o alimento doado “vai matar a fome de milhares de pessoas e diminuir o impacto na Saúde e na Educação, uma vez que bem alimentadas as crianças aprendem mais e a população adoece menos”, afirmou Nea.

Na ocasião, o presidente da ASSERJ Fábio Queiróz prometeu franquear à Comissão 15 minutos com os 20 maiores supermercadistas do Estado para que tenham a oportunidade de sensibilizar os donos de supermercado.  O encontro será dentro do Conselho Diretor da Asserj. Fábio também fará parte do Conselho, assim que ele for criado.

O deputado estadual Thiago Mohamed é idealizador da Frente Parlamentar contra o desperdício. Para ele, a criação do Programa de Redistribuição de Alimentos Excedentes tem como principal finalidade melhorar a oferta de alimentos para pessoas e entidades que auxiliam populações carentes. “A adoção da proposta representará um avanço nas conquistas das pessoas com deficiência alimentar e nutricional”, afirmou.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *