Apesar da baixa perspectiva para a economia em 2017, o varejo supermercadista teve êxito nas vendas de produtos típicos de Páscoa nas duas semanas que antecederam o feriado. A quantidade de ovos de Páscoa vendidos aumentou 16% em relação ao mesmo período de 2016, enquanto as vendas de chocolates em geral, como caixas e barras, cresceram 10,7% segundo dados NeoGrid/Nielsen com base em mais de 10 mil supermercados em todo o Brasil. As vendas em dinheiro para esses itens também aumentaram: 25,6% e 13% respectivamente.

Os bons resultados têm relação com a estratégia da indústria de rever o portfólio de produtos e oferecer opções mais acessíveis ao consumidor. “Além da redução de lançamentos, os produtos ficaram mais enxutos, com peso menor, e não sofreram grandes reajustes, exceto o repasse da inflação. Essa cautela com os preços foi muito importante para impulsionar as vendas”, explica Robson Munhoz, diretor de relacionamento do varejo da NeoGrid. A indústria também produziu menos que em 2016 para a Páscoa. “Com uma quantidade menor de itens nas gôndolas, a devolução de produtos do varejo foi reduzida”, completa Munhoz.

Fonte: NEOGRID (www.neogrid.com)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *